Segurança

ImprimirEnviar a um Amigo

Diagnóstico Electrónico

Indícios de desgaste do sistema de travagem

Os órgãos do sistema de travagem devem ser verificados regularmente.

Os discos e as pastilhas de travões são peças fundamentais do sistema de travagem. O desgaste excessivo dos discos aumenta a distância necessária para parar em caso de travagem. Por conseguinte, por razões de segurança e conforto de condução, mande verificar os discos do seu automóvel.
Além disso, a não-substituição atempada das pastilhas de travões provoca o desgaste prematuro dos discos.

As pastilhas de travões devem ser substituídas, em média, todos os 30 000 km. A substituição de um jogo de discos de travões deve ser efectuada,em média, em cada três mudanças de pastilhas (ou seja, aproximadamente todos os 90 000 km).


AMORTECEDORES

Os amortecedores são fundamentais para a sua segurança.

Alguns sinais ajudá-lo-ão a detectar um desgaste destes órgãos:

Estabilidade em estrada irregular e perda de aderência em curva sobre piso molhado, distâncias de travagem mais longas, instabilidade da iluminação em condução nocturna, aparecimento de fugas, desgaste anormal dos pneus, degradação do conforto em geral, sensibilidade do veículo ao vento lateral, sensação de oscilação da carroçaria e consumo excessivo de combustível.

Uma perfeita estabilidade em estrada, qualquer que seja o estado do piso.

Amortecedores defeituosos podem tornar o seu veículo incontrolável, com uma sensação de sobrecarga. Conheça o estado dos amortecedores do seu automóvel para preservar o seu conforto de condução e a sua segurança. Mande verificar os amortecedores todos os 20 000 km.
Preconiza-se a sua substituição entre os 40 000 e os 60 000 km.


CORREIAS

Correias de distribuição e de acessórios: elementos fundamentais para a segurança e bom funcionamento do seu automóvel.

Estes órgãos devem ser alvo de uma atenção muito especial e regular para garantir a saúde do motor do seu veículo.


A correia de acessórios permite accionar o alternador, a bomba da direcção assistida e o compressor do ar condicionado. Por isso o seu veículo poderá ficar imobilizado quando esta correia se parte.


A correia de distribuição transmite o movimento de rotação da cambota à(s) árvore(s) de cames. O envelhecimento desta correia pode ditar o desincronismo entre os dois órgãos, que a ocorrer, resulta imediatamente em grandes danos no motor.

As correias devem ser substituídas no máximo todos os 120 000 Km, tendo esta periodicidade a ver com o tipo de utilização